terça-feira, 31 de maio de 2022

Luiz Carlini - Guitarrista de Rock

Luiz Carlini é considerado, junto com o amigo Sergio Dias, dos Mutantes, um dos maiores guitarristas do rock brasileiro de sua geração. Conviveu, acompanhou a trajetória e foi roadie dos Mutantes, seus vizinhos no bairro da Pompeia, berço do rock paulista. Criou a banda Tutti Frutti, que durante os anos 70 gravou e tocou com Rita Lee, compondo e participando de alguns dos maiores sucessos da cantora. É autor daquele que é considerado o mais importante solo de rock na música brasileira, inserido em Ovelha Negra, de Rita Lee, canção incluída no álbum Fruto Proibido, também um dos principais discos de rock e de música brasileira de todos os tempos.
Foi o guitarrista solo do Camisa de Vênus na volta do grupo nos anos 90, tocou com Titãs, Barão Vermelho, Capital Inicial e outros grupos, foi líder das bandas de Erasmo Carlos e Guilherme Arantes. Viveu como poucos a noite paulistana, foi responsável pelos shows de casas como Paulicéia Desvairada, criada por Nelson Mota nos anos 80 e foi artista residente no Victoria Pub, onde se apresentou para plateias como as bandas Queen, Van Hallen e Peter Framptom, a quem ofereceu sua guitarra para uma canja. Gravou com Eric Burdon, vocalista dos Animals. Hoje Carlini continua a tocar e gravar, tendo participado de mais de 400 discos de cantores e músicos diversos.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Águas da Saudade - documentario longa metragem

“Sou fruto de um rapto. Uma ousadia.
Um ato de amor. O resultado de uma paixão”
Em 1947, com 34 anos e sete filhos, minha mãe recebe uma carta indicando 

a direção para fazer sua grande viagem.  Fugindo da seca, meu pai já havia se estabelecido 
no interior de São Paulo. Era hora de trazer a família.
Esse filme conta essa viagem de minha mãe com meus sete irmãos 
do interior do Ceará para o interior de São Paulo, primeiro a cavalo e caminhão, 
de Salitre até Petrolina, depois de barco a vapor pelo São Francisco, 
até Minas, de lá em um trem para Belo Horizonte, outro trem para o Brás, 
São Paulo e mais um trem até Martinópolis, interior do estado. E por fim de ônibus 
até a fazenda Águas da Saudade, aonde vou nascer na madrugada de uma 
noite de São João. Trinta anos antes, meu pai roubou minha mãe na garupa 
de um cavalo, em uma festa de São João. 
A trajetória de uma guerreira!
Vamos refazer o roteiro desta viagem e fazer o link entre duas épocas importantes 
na história do país, o Brasil de um período pré-industrial e o Brasil de hoje, 
com as mudanças impostas pelo projeto de desenvolvimento e inserção do país no processo de globalização. O processo de migração do nordeste para o sul no barco a vapor e no trem e o Brasil de hoje, dos aplicativos e dos aviões. E principalmente, mostrar a raça de uma geração guerreira, como minha mãe, que se desloca com todos os percalços de uma viagem 
épica para dar uma condição de vida melhor para seus filhos.

domingo, 4 de agosto de 2019

Procurando Lilliam - co-produção com a Colômbia

Francisco Merino, chef de cozinha, navegava em um cargueiro pelo Caribe e vez em quando observa nos portos uma mulher linda, com uma câmera fotográfica. Anos depois, durante um voo entre San Andrés e Cartagena, o destino os coloca juntos e começam um romance. Lillian é seu nome - e logo ela retorna ao Brasil, sua terra natal.
Anos depois voltam a se encontrar e retomam o romance. Novamente Lilliam abandona Francisco e meses depois liga e diz que está entrando na sala de partos e que o bebê é dele. Que não deve se preocupar, o marido sabe e vai criar a criança. Francisco esquece, já está em outra relação. No entanto, dez anos depois, ao voltar para o mesmo hotel onde se encontravam, Francisco recebe a noticia - Lilliam faleceu. Preocupado com o destino do garoto, desde então está tentando localizá-lo.
 Procurando Lilliam é o documentário que narra as viagens de Francisco à procura do filho no Brasil.






segunda-feira, 15 de julho de 2019

Nossos documentários em Bogotá

O diretor da Ativa, Luiz Carlos Lucena, esteve presente no BAM - Bogotá Audiovisual Market, festival e encontro de produtores, exibidores e distribuidores de cinema de todo mundo. Apresentamos quatro filmes de nosso portfólio - Carnaval em Lá Menor, A Dança das Rainhas, Sob o Véu do Islã e Vidas Paralelas. Fomos recebidos com muito entusiasmo nas reuniões com players da Europa, Estados Unidos e America Latina e damos agora a partir do Brasil continuidade a negociações que devem resultar em licenciamentos para nossos produtos em plataformas do mercado internacional.
Na terceira foto, Luiz Carlos Lucena com Francisco Javier Merino, produtor do documentário Buscando a Lilliam, com o qual firmamos contrato de co-produção para apoio dfe produção e filmagens no Rio de Janeiro. Na ultima foto com o jornalista Jhon Jairo Armesto, do site dineroypoder.com.br


 


Confiram algumas fotos do evento.

Carnaval na Índia

Streaming com interatividadeNosso documentário Carnaval em Lá Menor (Kids of Carnaval) entra no playlist da nova plataforma minersinc.io (já em fase beta) voltada por enquanto para o público indiano (1,2 bilhão de habitantes). A Índia supera a produção de Hollywood com seu cinema Bollywood – que concorre, no entanto, em número de produções com o cinema nigeriano, o Nollywood. Cinema é uma realidade cultural de forte presença no público indiano e a nova plataforma deve gerar grande movimentação nesse mercado local.
A MinersINC.vai adotar uma tecnologia diferenciada, já utilizada por bancos para garantir maior segurança, a blockchain. Com essa tecnologia peer to peer a plataforma vai atuar com interatividade no streaming, com interação social e micro distribuição, através da qual os fãs são recompensados por suas contribuições e feedbacks. Funciona em três etapas:
1 - Os curadores e fãs de cinema da indústria cinematográfica apresentam filmes clássicos, séries e documentários que ainda não foram vistos na Índia, para a comunidade de fãs com discussão e visualização paga.
2 - A comunidade de fãs é recompensada e estimulada para outras atividades de engajamento, como escrever comentários/resenhas, recomendações e vendas (micro distribuição) de programas para outros membros da comunidade.

3 - Tudo isso é exibido de forma transparente e confiável 24 horas por dia, sete dias por semana, no porta-informações baseado em blockchain do detentor dos direitos autorais.
Segundo informações da empresa, o MinersINC é o primeiro ecossistema blockchain de entretenimento da Índia e vai apresentar uma coleção única de filmes, documentários e programas de TV. A biblioteca da plataforma (no momento do lançamento) inclui atualmente mais de 200 filmes/programas de TV e conteúdo de documentários selecionados de 34 países, entre eles: Banksy Does New York, Burma VJ, Cinema Novo, de Erick Rocha e Carnaval em Lá Menor, de Luiz Carlos Lucena (ambos do Brasil), Flamenco at 5.15, The Fabulous Allan Carr, Fish Tank , Glory, Google and the World Brain, The Light of the Moon.
Entre os parceiros da Minersinc estão a All3media, da Holanda, ELO, do Brasil, Imagination Films, Kew Media Distribution, National Cinematography Council of Canada (NFB) The Film Collaborative, Wide e Wide House..
Vamos acompanhar o lançamento e desenvolvimento da plataforma, um modelo que pode influenciar novos negócios do setor no futuro.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Vidas Paralelas, finalizado

Concluímos no final do ano em Israel as gravações do documentário Vidas Paralelas - A trajetória de um homem incomum, que fala sobre a trajetória de Mauricio da Silva de Souza desde a infância e adolescência no morro da Serrinha do Rio de Janeiro, aonde torna-se gerente do tráfico de drogas, sua mudança para Salvador depois de levar dois tiros de uma facção rival e sua vida atual em Israel.
Maurício tem uma trajetória única, de gerente do tráfico torna-se em Salvador um dos mais conhecidos garotos de programa da cidade, com entrevistas na TV, jornais, revistas. Até que conhece uma ex-oficial do exército israelense, por quem se apaixona e abandona tudo, mudando-se para Israel. No trailer algumas informações sobre mais esse projeto da Ativa Cinema Digital.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

O Xixi do Dinossauro

Pesquisadores paulistas encontraram o que denominam uma “extrusão líquida como produto de evacuação”, chamada de urolito (foto). O termo vem do grego uros = urina; lithos = pedra (urina em pedra). A mostra representa os primeiros registros na América Latina deste tipo de vestígio fóssil, sendo também uma das primeiras evidências em todo mundo de um “xixi” associado a dinossauros. A partir desse registro e de outros fósseis encontrados no interior paulista vamos contar a pré-história da ocupação do território paulista pelos dinossauros, desde que essa região formava há 200 milhões de anos o maior deserto da terra. Uma história quase totalmente desconhecida do público em geral.